Definido o acirrado placar da 4ª Etapa do Ranking da Escola de Equitação SHP

O ranking da Escola de Equitação Sociedade Hípica Paulista chegou a sua 4ª de sete etapas no domingo, 10/6. A exemplo de toda a temporada, o julgamento técnico ficou a cargo do renomado juiz e course-designer Antonio Blanco Junior. A nova geração do hipismo da Escola da SHP tem oportunidade de ser avaliada nos quesitos básicos imprescindíveis para um aprendizado correto e consequente evolução na equitação: ritmo, posição, emprego das ajudas (assento, pernas e condução) e traçado do percurso.

Concentração a caminho do pódio

Desde 2016, a Escola de Equitação da SHP tem julgamento técnico, mas em 2018 a definição do traçado do percurso a ser cumprido ficou mais clara. “Passamos a fazer um desenho no chão como por exemplo a colocação de balizas, cavaletes, um rocambole e corredor de varas no chão nas linhas”, conta Antonio Blanco Junior.

Antonio Blanco Junior frente à armação dos percursos e julgamento técnico

“Com esse formato e método, o objetivo a ser alcançado ficou muito mais claro. Antes os alunos e pais muitas vezes não sabiam o que a gente quer. Com essa marcação do traçado, incluindo também os pontos exatos do trote e galope ficou tudo mais claro. Ficou mais fácil de entender para todos”, pondera Junior. “Os alunos também pedem para praticar esse exercício nas aulas e os professores passaram a ter um valioso material em mãos para a dinâmica da aula.”

Muito carinho com os cavalos nos bastidores da competição

Vale ressaltar que o tem feito a diferença na classificação do plano – categoria em que todos os participantes ganham uma medalha de participação – são pequenos detalhes. “Todos os alunos que competem no ranking vem evoluindo entre uma etapa e outra. Fica até difícil fazer a classificação pois o desempenho dos alunos está bastante equiparado.”

Nada como a sensação de dever cumprido

Na prova de plano, o julgamento é exclusivamente técnico e na prova com obstáculos a 0.40 metro, a definição do pódio se dá com julgamento objetivo (menor número de faltas e melhor aproximação ao tempo ideal) e, em paralelo, os concorrentes são avaliados tecnicamente.

Pequeno grande cavaleiro pronto para entrar no picadeiro

Giovana Cicci Farinha Moura com Pipoca: vencedora 0.40m no critério objetivo e vice no julgamento técnico

Prova Plano – 28 conjuntos
Julgamento técnico

Vencedores da categoria plano em flash de confraternização; img: Danilo Schreines

Só alegria

1º Rodrigo Godoy Fonseca / Boneca – 0 pontos perdidos
2º Maria Eduarda Alvez Martinez / Pintura – 1 pp A
3º Laura Pedrini Silva / Boneca – 1 pp – B+
4º Patrícia Godoy Oliveira / Hamadan -1 pp B
5º Yasmin Gurgel Salles / Zig – 1,5 pp – A+++
6º Isabel Epprecht Picolo / Boneca – 1,5 pp – A++
7º Valentina Marques Araujo / Zig – 1,5 pp – A+
8º Lavignia Silva de Araujo Goes / Pintura – 1,5pp -A
9º Sara Duck Arraes Lochter / Zig – 1,5 pp – A-
10º Leon Emilio Prior Rodrigues / Cacau – 1,5 pp – B+

Prova Salto 0.40 metro – 17 conjuntos

tempo ideal: 74 segundos

Missão cumprida para os vencedores da série 0.40 metro ; img: Danilo Schreines

1º Giovana Cicci Farinha Moura / Pipoca – 0 pp – 74s93
2º Julia Pinto Nogueira / Arielo – 0 pp – 74s99
3º Beatriz Quick Peixoto / Ariel – 0 pp – 75s34
4º Paloma Grandjeat / Ariel – 0 pp – 76s77
5º Nina Sampaio Coelho Sagessee / Diamante – 0 pp – 77s38
6º Clara Martinez Lopes / Eldinha – 0 pp -77s59

Julgamento técnico
1º Beatriz Quick Peixoto / Ariel
2º Giovana Cicci Farinha Moura / Pipoca

 

 

Imprensa SHP com fotos: Danielo Schreines e SHP – C.May

carolaDefinido o acirrado placar da 4ª Etapa do Ranking da Escola de Equitação SHP