GP Rolex no CHIO Aachen 2018 tem Luciana Diniz e Pedro Veniss entre os Top 3

O GP Rolex, a 1.60 metro, nesse domingo, 22/7, encerrou em grande estilo o CHIO5* Aachen 2018, meca do hipismo mundial na Alemanha. Para o Brasil, o resultado foi excelente. Perante 40 mil pessoas, a dupla olímpica do Brasil Pedro Veniss com Quabri de L’Isle conquistou o 3º posto e amazona paulista Luciana Diniz com Fit for Fun foi vice representando Portugal. Tanto Pedro com Luciana iniciaram suas bem sucedidas carreiras na Sociedade Hípica Paulista. Dos 40 conjuntos, cinco conjuntos com duplo zero nas duas passagens habilitaram-se ao desempate idealizado pelo alemão Frank Rothenberger na corrida pela premiação de 1 milhão de euros.

Pedro e seu Quabri honrando as cores do Brasil no templo do hipismo mundial;  img: Ashley Neuhof

Dos 40 conjuntos, cinco conjuntos com duplo zero nas duas passagens habilitaram-se ao desempate idealizado pelo alemão Frank Rothenberger na corrida pela premiação de 1 milhão de euros. Para alegria dos donos da casa, o cavaleiro olímpico alemão Marcus Ehning com Pret A Tout faturou o título sem faltas no excelente tempo de 38s34, a fatia de 330 mil euros da premiação e o bicampeonato no GP após um hiato de 12 anos. Ao todo o evento reuniu nada menos 362 mil espectadores durante 10 dias de competição em todas as modalidades.

Pedro e seu Quabri fecharam com percurso perfeito sem faltas em 41s62. Em 2017, o medalhista pan-americano e cavaleiro olímpico Pedro, 35, e Quabri chegaram a Aachen após vitória no GP Rolex em Genebra em dezembro de 2016, podendo garantir a segunda vitória no Rolex Grand Slam (Genebra, Aachen e Calgary). Mas uma contusão tirou a dupla da competição. “Sempre foi um sonho para mim competir em Aachen e ano passado ficamos de fora do GP. Então hoje eu estou realmente muito feliz”, declarou Pedro que montando Quabri está entre os fortes candidatos a defender o Time Brasil nos Jogos Equestres Mundiais 2018, em setembro nos EUA.

Última a largar, a amazona paulista que defende Portugal Luciana Diniz com sua égua craque Fit for Fun zerou em 40s96 conquistando o vice-campeonato consecutivo 2017/2018. “Estou muito honranda em estar aqui ao lado do Marcus e do Pedro. Ficar em 2º lugar me inspira a a continuar lutando a vencer o GP aqui em Aachen”, destacou Luciana, na coletiva de imprensa. Os outros dois conjuntos habilitados ao desempate o irlandês Darragh Kenny com Babalou 41 e o campeão olímpico suíço Steve Guerdat com Bianca, acabaram cometendo 12 pontos (3 faltas) em 42s12 e 44s05, conquistando, respectivamente, a 4ª e 5ª colocação.

Luciana Diniz com sua Fit for Fun: vice-campeã no GP Rolex em 2017 e 2018; img: Kit Houghton

Montando Ibelle van de Grote Haart, o brasileiro Yuri Mansur que também fez sua estreia em um GP em Aachen fechou as duas voltas com 13 pontos perdidos na 13ª colocação. Em 18/7, Yuri apresentou Vitiki, garanhão de 10 anos que vinha de importantes conquistas no circuito top internacional, no Prêmio Turkish Airlinze Prize Europe, a 1.50 metro. Após belíssimo percurso limpo na 1ª passagem, a dupla sofreu uma queda na recepção de um salto. Vitiki deixou a pista de ambulância e passou por uma cirurgia no boleto. O cavaleiro seguiu competindo com sucesso em outras provas, especialmente, na Youngster Cup (para cavalos novos), na qual garantiu um 8º e um 1º lugar com a égua Havana M, de criação nacional.

Rumo aos Jogos Equestres Mundiais 2018

O GP Rolex no CHIO Achen e outros GPs de nível 3* a 5* também foram válidos como qualificativa técnica e ajustes para os Jogos Equestres Mundiais 2018, evento maior do hipismo mundial, que chega a sua 8ª edição e esse ano acontece em Tryon, EUA, entre 11 e 23/9. A Confederação Brasileira de Hipismo deve divulgar a long list de convocados no decorrer da semana que vem.

Com Imprensa CBH ; fotos: Rolex Revolution Sports – Ashley Neuhof e Kit Houghton

carolaGP Rolex no CHIO Aachen 2018 tem Luciana Diniz e Pedro Veniss entre os Top 3