Jogos Pan-americanos


escolaopcao

Os Jogos Pan-americanos foram instituídos em 1951 e a primeira edição realizada em Buenos Aires, Argentina. O hipismo brasileiro fez sua estréia na 3ª edição da competição, em 1963, quando da primeira edição do Pan no Brasil, onde o palco foi a cidade de São Paulo (SP).

1963 – São Paulo – Brasil
Com uma 7ª colocação, a Equipe foi formada por Antonio Alegria Simões montando Rei Negro, Raul Lara Campos/Candonga, Cel. Renyldo Ferreira/Sultão e o Cap.Francisco Rabelo/Castigo. O melhor resultado individual foi o 5º lugar do Cel.Renyldo Ferreira e o 7º de Antonio Alegria Simões.

1967 – Winnipeg – Canadá

O Brasil foi medalha de ouro por Equipe e Prata Individual com Nelson Pessoa vilho montando GranGeste. O time dourado foi formado, ainda, por Antonio Alegria Simões/Samurai, José Roberto Reynoso Fernandez/Cantal e o Cel. Renyldo Ferreira/ Shanon Shamrock. Antonio Simões também faturou o 4º lugar no individual.

1975 – Cidade do México – México
A equipe ficou em 4º lugar e foi formada por Antonio Alegria Simões/Abeville, José Roberto Reynoso Fernandez, o Alfinete, montando Original, Roberto Joppert/Swan, Ricardo Gonçalves Filho/Kony. O melhor resultado individual foi o 4º lugar de Alfinete.

1979 – San Juan – Porto Rico
A equipe foi formada por Antonio Alegria Simões/Estio, Elisabeth Assaf /Parabellum, Jorge Carneiro/Ponteio, Ricardo Gonçalves Filho/Black Imp. Na disputa individual os dois melhores resultados foram de Beth Assaf, 9ª, e Ricardo, 14º.

1983 – Caracas – Venezuela
Classificada em 6º lugar, a equipe brasileira foi formada por Jorge Carneiro/Aramis, Caio Sergio Carvalho/MC El Virtuoso, Luiz Felipe Azevedo/MC Tambo Nuevo, Vitor Alves Teixeira/Natural. Na disputa individual a melhor colocação foi de Cáio Sérgio, 8º, e Vitor Teixeira, 9º.

1991 – Havana – Cuba
Brasil conquista sua segunda medalha de ouro por Equipe com o time formado por André Johannpeter/Mississipi, Luiz Felipe Azevedo/Sivestre, Marcello Artiaga de Castro/So Suitor, Vitor Alves Teixeira/Zurkis. Na reserva estava Vinicius da Motta. No individual, Vitor Teixeira faturou a medalha de bronze.

1995 – Mar del Plata – Argentina
O Brasil leva sua terceira medalha de ouro por equipe com André Johannpeter/Calei, Nelson Pessoa Filho/Special Envoy, Rodrigo Pessoa/Tom Boy e Vitor Alves Teixeira/Attack Z. O melhor resultado no individual foi o 4º lugar de André Johannpeter.

1999 – Winnipeg – Canadá
O quarto ouro do Brasil por equipe foi conquistado na performance do time formado por Álvaro (Doda) Afonso de Miranda Neto/Arisco Aspen, André Johannpeter/Calei Joter, Bernardo Alves/Atlética Joter, Vitor Alves Teixeira/Jolly Boy. Na reserva estava Rodrigo Sarmento. Vitor Alves Teixeira conquista sua segunda medalha de bronze individual.

2003 – Santo Domingo – República Dominicana
O Brasil conquista o bronze por equipe no time formado por Álvaro (Doda) Afonso de Miranda Neto/Oliver Método, Karina Johannpeter/Faust de Roan, César Almeida/Salamandra Chapman Rouge, Bernardo Alves/Fort de Neuville Joter, além do reserva Pedro Paulo Lacerda. Na disputa individual, Bernardo Alves foi 8º, Doda Miranda, 12º, César Almeida, 20º, e Karina Johannpeter, 23ª.

2007 – Rio de Janeiro – Brasil
Em casa, o Brasil conquista sua quinta medalha de ouro por equipe em conquista memorável. O time foi formado por Rodrigo Pessoa/Rufus, Bernardo Alves/Chupa Chup 2, Pedro Veniss/Une Blanc des Blancs e César Almeida/Singular Joter II. Em final emocionante, o paulista César Almeida que não tinha ido bem no primeiro dia de competição zera os dois percursos e garante o ouro para o Brasil. Na disputa individual Rodrigo Pessoa conquista a medalha de Prata.

2011 – Guadalajara – México
Pela sexta vez consecutiva nos Jogos o time brasileiro subiu ao pódio, desta vez para receber a medalha de prata com Rodrigo Pessoa/HH Ashley, Alvaro Affonso de Miranda Neto/AD Norson, Karina Johannpeter/Dragonfly de Joter e Bernardo Resende Alves/Bridgit. Bernardo, em uma atuação impecável, levou o bronze, sua primeira medalha individual nos Jogos. A égua de Rodrigo sofreu uma lesão que deixou o conjunto fora da final individual.

nilskauwertz@gmail.comJogos Pan-americanos – Salto